quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Ilha de São Miguel - Lagoa do Fogo e Ribeira Grande



Chegamos a ilha e fomos logo levantar o carro.
A ideia era pedir um mapa da ilha no posto de turismo do aeroporto, mas esquecemo-nos disso com a questão do aluguer do carro.

Dica: Pedir mapa do local no posto de Turismo, em geral são gratuitos e dão muito jeito.

Fomos de seguida para o hotel, onde pudemos fazer check in antecipado gratuito, se não pudéssemos, a ideia era deixar as malas na sala de bagagem.
Como era hora de almoço e queríamos logo começar a conhecer a ilha, fomos almoçar no H3 do Shopping Parque Atlântico, para não perder mais tempo a procura de restaurante e espera muito pela comida.
Após o almoço, fizemos meia hora de viagem até a Lago do Fogo.


Foi na subida, que descobrimos, o porquê de dizerem que nos Açores faz as 4 estações num dia só.
Em Ponta Delgada chovia pouco e fazia sol, mas à medida que íamos a subir o tempo ia mudando, passou em poucos metros de sol para nevoeiro.

Quando lá chegamos acima a vista era esta:


Sim, é verdade, estava um nevoeiro cerrado, onde não dava para distinguir a água do nevoeiro.

Acabamos por descer em direcção a Ribeira Grande, onde não chovia nem havia nevoeiro.
Na descida passamos pela Caldeira Velha, mas optamos para deixar a visita para outro dia.


Estacionamos o carro num local gratuito, numa das ruas e partimos a descoberta da Ribeira Grande.


Existem várias Igrejas e nas ruas estavam altifalantes e ouvia-se musica de Natal, por onde quer que fossemos.


Procuramos o posto de turismo na Ribeira Grande, mas não o encontramos, parecia estar fechado ou mesmo encerrado. Queríamos pedir o mapa que me tinha esquecido de pedir no Aeroporto.
Descobrir agora que o local do posto foi mudado, encontra-se no interior da estação rodoviária de Ribeira Grande, na rua Luís de Camões. Mas não existe essa informação no antigo local, que é bem perto o novo local.


Continuamos a viagem passado pela Ponte dos 8 Arcos e chegado a parte central da Ribeira Grande, o Largo Conselheiro Hintze Ribeiro.
Encontramos no Largo, junto a Câmara Municipal, estas lindas e grandes árvores.
A Câmara Municipal tem uma arquitectura bastante pelicular, no momento não a consegui reconhecer como a Câmara.

Câmara Municipal
Entretanto recomeçou a choveu, mas ainda tivemos tempo para fotografar de longe a Igreja Matriz. 

 E claro a famosa ponte dos 8 arcos, a ribeira e o parque envolvente.


Encontramos esta Igreja com uma arquitectura típica dos Açores.


Passamos pelo Teatro de Ribeira Grande.
E seguimos para o carro porque já chovia bastante e não dava para continuar o passeio a pé.

Antes de continuamos caminho, passamos num supermercado onde descobrimos que os sacos não são pagos nos Açores, já não sabia o que era ir ao supermercado e nos darem o saco de plástico sem nos cobrarem nada.

 Mais informações sobre a Ribeira Grande aqui.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...