terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Fluviário de Mora


Do Hotel Lago Montargil & Villas até ao Fluviário de Mora são cerca de 15 minutos de carro.





Na recepção do hotel pode pedir vales de desconto de 10% para descontar no bilhete do Fluviário.
Quando fui o bilhete para 2 pessoas com o desconto ficou por 12.24€.


Penso que outros hotéis da zona também possam ter esta parceria com o Fluviário, é uma questão de perguntarem na recepção do hotel.
Conheça a tabela de preços aqui.


O Fluviário, como o nome indica, é uma exposição dedicada a espécies que vivem em rios, lagos, onde a água é doce.
O espaço em si não é muito grande mas é agradável.


A primeira parte da visita ao Fluviário conta-nos o corso de um rio, da nascente até à foz.


Considero esta parte a mais interessante do Fluviário, por ser uma das mais educativas.

Esturjões
Nesta parte ainda podemos ver o esturjão, uma espécie que se encontra extinta nos rios portugueses.


Só neste percurso estão 72 espécies de peixes e outros animais, como cágados.


Achei interessante esta parte também porque explica as diferentes espécies que se encontram em cada parte do rio.


Achei muito giro a espécie de peixe acima, uma vez que tem tons neon e brilha, mas infelizmente não me recordo do nome


Também se pode ver raias neste espaço. Gosto muito de raias, fico sempre encantada em vê-las.


Após o percurso interior do corso do rio passamos a parte exterior, onde se encontram as lontras.


No exterior, também se encontra um painel solar que fornece energia a Fluviario.


Esta parte exterior, onde esta um lago de águas castanhas está um pouco maltratada, vê-se inclusive lixo nas suas águas.


No entanto, é sempre giro ver as lontras, eram muito engraçadas, apesar de estarem atrás de um vidro muito sujo.

Conseguimos ver as lontras a brincar e a comer.


Na parte exterior também se vê rãs.


Primeiro só se ouvem mas depois mais a frente conseguimos ver várias, mas temos de as procurar entre a vegetação.


Regressamos ao interior novamente e vimos a parte dedicada a animais exóticos.


Numa primeira sala podemos ver alguns crustáceos, moluscos e repteis.


Depois, numa outra sala podemos ver espécies exóticas, como piranhas e anacondas.





Podemos observar enguias e as rãs-seta-venenosas, que como o nome indica são venenosas.


Estas espécies exoticas são provenientes da Bácia Amazónica e dos grandes Lagos Africanos.


O  Pacu-negro é uma dessas espécies.


Podemos ver as famosas piranhas vermelhas com os seus dentes.


A minha tentativa de tirar foto aos dentes da piranha, não se vê muito bem mas estão lá.

Piranha
A parte da Anaconda tem uma espécie de clarabóia onde se pode por a cabeça e vê-la ainda mais de perto.


No final ainda podemos observar os peixes-gato.


Antes de acabar ainda vimos um tanque com diversas espécies de peixes.


No final da visita há uma parte multimédia interactiva, dedicada sobretudo para crianças.


Para mais informações clique aqui.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...