sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Onde comer em Paris


Restaurante Le Coin des Amis
Considero que a parte gastronómica de uma viagem é muito importante.
Conhecer a cultura de um país ou de uma cidade é também conhecer a sua gastronomia.

Por isso, quando procurei pela alimentação em Paris no meu blog e não a encontrei fiquei espantada, o que aconteceu?

Apesar de falar um pouco nos posts não tenho uma secção destacada. Contudo tenho poucas fotos da comida.

 

Culinária típica que experimentei em Paris:


Baguette - Como sabem é um pão francês muito conhecido, está a venda em diversos locais de Paris.
Nas boulangerie (padarias) vendem-se simples, mas diversos cafés e restaurantes vendem-as com diversos recheios. Dos mais simples aos mais complicados e sempre com um molho qualquer.
Comemos em diversos locais: na Brioche Doree, na Angelina (as mais caras e piores, não recomendo, 6.5€/cada, contudo não tínhamos outra opção, estávamos no Palácio de Versalhes), no Parvis (junto ao Museu D' Orsay).

Crepes - Comi em diversos locais, adoro crepes! Mas acho que os crepes em Paris tem um sabor diferente. Deve de ser pela massa e a Nutella estarem ao sol (brincadeirinha, mas é verdade, passam o dia na rua ao sol).
Como sou uma gulosa dei preferência pelos crepes doces, mas cheguei a provar os salgados, que também são bons.
Existem bancas espalhadas por toda a cidade.

Atenção: Os melhores são os feitos na hora. Em alguns locais, os crepes já estão feitos só são quentes, o que não sabe ao mesmo, peça crepes feitos no momento.

Croissants- Apesar de serem tradicionais franceses achei bastante parecidos com que fazem em Portugal, mas não deixam de serem bons.

Onde: todos os dias no meu pequeno-almoço no hotel, mas existem diversas Pâtisserie (pastelarias) e  boulangerie (padarias) na cidade onde se pode comer.

Macarons - Um dos melhores doces franceses, ou mesmo o melhor.


Macarons
Onde: Os Macarons mais conhecidos são os da La Duree, Pierre Herme e Carette.
Cada um dos grupos de lojas têm filiais espalhadas por toda a cidade.
Eu preferi os da Carette, pois li que eram os melhores e mais autênticos, os preferidos dos franceses.
Comprei na loja Carette da Place des Vosges e gostei muito, são verdadeiramente deliciosos.
Os Macarons são óptimos mas caros, mas acho que vale a pena o dinheiro gasto numa destes 3 grupos de lojas, pois é uma experiência única.
Comprei uma caixa com 9 Macaron, todos de sabor diferente, cada um custou 2€.

Existem macarons também a venda no McDonald's, bem mais baratos, mas não são a mesma coisa.
No entanto se não quiser gastar muito dinheiro e provar pode ser uma opção. Eu vi turistas a comprar McDonald's caixas deles. Contudo recomendo provar pelo menos 1 macaron de boa qualidade.

Sopa de cebola gratinada - Um prato que queria provar era a famosa sopa de cebola com queijo gratinado, e gostei muito.
Encontra-se em vários restaurante em Paris, eu experimentei no Le Coin des Amis (restaurante que ficava próximo do meu hotel).

Bife bourguignon - Também experimentei no Le Coin des Amis, apesar dos ingredientes serem de boa qualidade, eu propriamente não gostei do sabor, mas o meu namorado adorou.

Le Coin des Amis é um bom restaurante, pouco turístico, menu em francês mas o dono fala um pouco inglês e é muito simpático. Os preços são altos considerados com os nossos para um restaurante similar em Portugal mas é o preço comum para um restaurante deste tipo em Paris (pagamos 50€ para 2 pessoas com 2 sopa de cebola, 2 Bife bourguignon e 2 águas de garrafa).
Recomendo se hospedarem na zona ou numa ida a Montmatre.


Dica restaurante barato em Paris: Não se trata de um local para experimentar a gastronomia, mas um local barato onde se pode comer um prato no valor de uma baguette ou pouco mais.

Chama-se Flunch e tem 2 localizações em Paris. Uma ao lado ao Centro Pompidou (o restaurante onde fomos) e outra perto do Molin Rouge.

Trata-se de um restaurante self service barato, mas com um funcionamento um pouco diferente dos nossos self services. Os empregados apesar de solícitos não falam inglês.

Funcionamento do Flunch: Escolhe-se primeiro se se quer alguma salada, entrada, sobremesa e bebida e escolhe-se que tipo de carne ou peixe se quer (fazem grelhados no momento) .
Paga-se e só depois nos servimos dos acompanhamentos.

Comemos 2 pratos de comida caseira com 2 refrigerantes por 15€, o que é algo impossível em outro restaurante francês.
Considero uma óptima relação qualidade-preço, gostamos tanto que jantamos lá num outro dia.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...