domingo, 4 de maio de 2014

Alojamento em Madrid

Onde dormir: Madrid

Gran Via
Ficamos num hotel mesmo no centro de Madrid, junto à Puerta del Sol.
Como era Verão encontramos bons preços em vários hotéis, pois as pessoas "fogem" do calor do verão madrileno.

A melhor zona para ficar hospedado em Madrid é na zona da Puerta del sol e Gran Via, que é também a zona mais central.
Se o pretendido da viagem for principalmente visitar os museus de Madrid, a zona do Paseo do Prado será a mais interessante.



Nós ficamos no Hotel Petit Palace Arenal, apesar da óptima localização, não recomendamos este hotel.
Atendimento péssimo! Primeiro duvidam do cliente, segundo continuam a duvidar do cliente e só depois é que começam a pensar que o cliente tem razão.

Tive um enorme stress como o pequeno-almoço (café da manhã), era indicado que era uma oferta na reserva (directa no site deles) e tive de enviar 3 e-mails até conseguirem confirmar o erro e ser efectivamente oferecido o pequeno-almoço, como prometido na marcação.
Quando cheguei tive de re-confirmar, e no primeiro dia que ia tomar o pequeno-almoço tive de me chatear com a chefe de sala que apenas dizia que não tínhamos direito e nem se dignava a ir confirmar com a recepção (isto à frente dos hospedes que estavam a tomar o pequeno-almoço).
Quando supostamente foi, voltou a dizer o mesmo, mas entretanto tínhamos ido buscar os comprovativos que tínhamos no quarto, voltou a recepção e voltou a dizer que estava tudo correcto.
E ficou até ao dia seguinte, em que o erro continuava e tive de explicar o que se passou outra vez, mas lá se resolveu com rapidez.

A nossa excelente vista
Marquei pelo hotel porque ficava 10€ mais barato do que no Booking, também com o pequeno-almoço. Um erro que não voltarei a cometer, se tivesse marcado pelo booking provavelmente não teria problemas com o pequeno-almoço, 10€ é dinheiro, mas preferia ter pago mais 10€ e não ter tido este tipo de stresses.
Pelas experiências que já tive, prefiro marcar pelo Booking ou pela Logitravel do que directamente no hotel (seja pelo site, e-mail ou telefone).
Já percebi que os hotéis não gostam de ficar mal vistos perante estes intermediários, pelo que existe maior respeito pelos próprios cliente.
Uma vez, já há alguns bons anos, marquei com uma boa antecedência uma noite num hotel, directamente no hotel através de telefone. Dois dias antes telefonaram a dizer que tinha havido um erro e que não havia quarto para nós, tivemos de procurar um outro quarto a pressa e pagamos um preço bem mais elevado. Desde dessa situação que marco por consolidadores (ex: booking) e não voltei a ter este tipo de stresses.
A única excepção que faço, pelo menos até agora, é do grupo ACCOR, dos hotéis Ibis. Onde marco pelo site deles e até agora nunca tive problemas com as reservas efectuadas.

Parece que é noite, mas é de dia
Para além do atendimento os quartos são maus, pelo menos alguns deles, como o meu.
Não tinha vista, absolutamente nenhuma, ficava virado para um buraco, não se percebia se era dia ou noite.
A casa de banho não tinha nenhuma privacidade e era totalmente despropositada, uma das "paredes" era vidro, onde se incluía a porta, e totalmente virada para o quarto.
Não havia local para pendurar as toalhas, depois percebi que tinha-se partido e que não se dignaram a colocar um novo.
Tinha um mini-bar, mas para além de ser caríssimo (uma água pequenina custava 2.80€) era super-barulheto e não dava para desligar.

Para além de tudo isto, ainda pedem para assinar um termo de responsabilidade, onde diz, que não se responsabilizam se alguma coisa desaparecer do quarto, excepto se tiver dentro do cofre e até a um certo limite. Ou seja, dão uma grande confiança logo a chegada. Nunca me pediram nada similar em nenhum hotel onde fiquei e já fiquei em vários.

Vista para a casa de banho
Numa palavra: horrível.
Pelo que não pertendo repetir a experiência em mais nenhum Petit Palace.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...